Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

 

A Baleia Austral escolhe as águas mais quentes do Atlântico, que banham a Península Valdez, na Patagónia argentina, para procriar, podendo facilmente ser avistada entre Junho a Dezembro, muitas vezes com as suas crias.

 

Podendo atingir os 18 metros de comprimento e as 80 toneladas, a Baleia Austral distingue-se das restantes pelas calosidades que possui na cabeça e por não ter barbatana dorsal.

 

Um bom ponto de partida pode ser a simpática cidade de Puerto Madrýn. Depois, por uma estrada de terra batida, percorrem-se cerca de 100 km, atravessa-se o istmo e entra-se na Península Valdéz, até Puerto Pirâmides. É daí que partem as embarcações que nos levam pelas águas do Golfo Nuevo.

 

E as Baleias Austrais andam por ali, à distância de um braço. Observar, assim, de perto, um destes gigantes é algo que nunca mais se esquece.

 

Estive lá em outubro de 2007. 

 


Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

 

À direita, as águas negras do rio Negro; à esquerda, as águas barrentas do rio Solimões. Chama-se a isto, o Encontro das Águas e ocorre perto de Manaus, capital do estado do Amazonas.


O Rio Negro nasce na Colômbia e desagua no Amazonas, sendo o seu maior afluente da margem esquerda (cerca de 1700km). A sua cor não é bem negra, mais se parecendo com a cor do chá preto forte, devido à presença de grandes quantidades de matéria orgânica em decomposição.


O Rio Solimões, no fundo, é o Amazonas. Nasce no Peru e, ao entrar no Brasil, passa a chamar-se Solimões. Perto de Manaus, junta-se ao Rio Negro e passa, então, a chamar-se Amazonas.


A diferença entre a velocidade das correntes, as temperaturas e a densidade das águas do dois rios, faz com que elas não se misturem, dando origem a este fenómeno, que é a principal atracção de Manaus.


Estive lá em março de 2003.

 


Domingo, 25 de Outubro de 2009

 

A CN Tower, em Toronto, com 553 metros de altura foi a estrutura mais alta do mundo, até ser ultrapassada, em 2007, pelo arranha-céus Burj Dubai, que tem 818 metros.


A Canadian National (CN), companhia ferroviária canadiana, decidiu construir esta torre, nos anos 70, porque as comunicações eram cada vez mais complicadas, devido à construção desenfreada de arranha-céus, no centro de Toronto.


Iniciada em fevereiro de 1973, a construção da Torre terminou em abril de 1975 e 20 anos depois já não servia para nada, a não ser para ser visitada por turistas que, lá de cima, podem desfrutar de um soberbo panorama.


As iniciais CN já estavam de tal modo arreigadas à Torre, que esta passou a designar-se Canada's National Tower e atrai cerca de 2 milhões de visitantes por ano.


Estive lá em maio de 1997.


 

A esfinge é uma estátua com corpo de leão e cabeça de mulher (ou de um faraó, no caso dos egípcios), inventada pelos antigos gregos.


A esfinge grega fazia uma pergunta e estrangulava (asfixiava - "esfingiava") todo os que respondiam erradamente. À pergunta: "que criatura caminha com quatro pés pela manhã, com dois pés ao meio-dia e com três pés à tarde?", respondeu acertadamente Édipo - é o homem, que gatinha, no princípio da vida, caminha erecto, na idade adulta, e deambula com a ajuda de uma bengala, quando velho.

 


A esfinge mais famosa é a de Gizé (na foto, com a pirâmide de Kéfren, por trás), que é uma das maiores estátuas do mundo feitas de uma única pedra.


A cabeça desta esfinge deverá ser a do faraó Kéfren e a estátua terá sido esculpida cerca de 3 mil anos antes de Cristo e está mesmo ali ao pé do Cairo.


Estive lá em outubro de 1999.


Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

 

A Preguiça é um mamífero muito antigo, que deve por cá andar há, pelo menos, 60 milhões de anos, tal como os Papa-Formigas e os Tatus.


Hoje em dia, a Preguiça habita as florestas tropicais da América Central e da América do Sul, passando os dias dormitando no topo das árvores e raramente descendo ao nível do solo.


A preguiça das Preguiças chega ao ponto de terem arranjado um sistema que lhes permite evacuar apenas uma vez por semana; fazem-no cá em baixo, no chão, e tapam muito bem as fezes, para que o seu rasto não seja detectado pelos jaguares, que são os seus principais predadores.


Na Costa Rica, vêem-se Preguiças com facilidade no Parque Nacional Manuel António, junto ao Pacífico. Esta foi fotografada com a ajuda do telescópio de um dos guias do Parque.


Estive lá em abril de 2008.


.sobre
breves apontamentos sobre os locais que já visitei.

visitantes andam por aqui.
.posts recentes

. Çanakalle, Turquia

. Capadócia, Turquia

. Istiklal Caddési, Istambu...

. Bergen, Noruega

. Flam, Noruega

. Parque Vigeland, Oslo, No...

. Sol da Meia-Noite em Trom...

. Hierápolis, Turquia

. Kusadasi, Turquia

. Pamukkale, Turquia

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.mais sobre mim
.arquivos

. Outubro 2014

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.estiveram aqui recentemente
Isso e muito lindo
Ainda ontem jantei uma dourada que quase pesava 1K...
Boa tarde, Estive a ver atentamente este blog e ad...
Estaline queria que o metro fosse um ´´espelho`` d...
Já estive lá, fiquei encantada com as construções!...
.links
blogs SAPO
.subscrever feeds