Quarta-feira, 27 de Junho de 2012

 

Construído no século 16, o castelo de Ljubljana fica situado no alto da colina que domina a cidade.

 

Durante os séculos 17 e 18 foi residência real e, depois, devido às suas espessas e inexpugnáveis paredes, serviu de prisão. Hoje em dia, não passa de atracção turística.

 

Podemos chegar lá acima graças a um funicular que parte junto ao Mercado.

 

Estive lá em junho de 2012.


 

É um dos monumentos mais marcantes de Dubrovnik.

 

Situada na praça logo a seguir ao Portão Pile, por onde se entra na cidade, a Grande Fonte de Onofrio fornece água fresca aos visitantes, que deitam os bofes pela boca, devido ao calor sufocante que se faz sentir (pelo menos quando lá estive...)

 

A fonte foi construída entre 1438 e 1444 e é obra do arquitecto italiano Onofrio de la Cava. E a água é mesmo potável.

 

Estive lá em junho de 2012.


 

As muralhas que cercam Dubrovnik são uma das principais atracções desta cidade do sul da Croácia, situada na província da Dalmácia. Foram construídas no século 10, sofrendo alterações no século 13 e sucessivamente restauradas.

 

A entrada nas muralhas faz-se junto ao Portão Pile. Depois, é caminhar pelos 1940 metros das muralhas, sob um sol abrasador e com quase 40 graus de temperatura. Por vezes, é necessário subir escas íngremes, porque as muralhas chegam a estar a 25 metros do solo.

 

Mas vale a pena: de um lado, o azul do Adriático, a perder de vista e do outro, os telhados laranja da cidade, como mostra a foto.

 

Estive lá em junho 2012.


 

O Mercado de Ljubljana é ponto de encontro dos habitantes da capital da Eslovénia e uma montra dos produtos locais.

 

Ao longo do rio Ljubljanica, deste a Ponte Tripla até à Ponte dos Dragões, estendem-se dezenas de bancas com legumes, frutas, mel, artesanato, flores, etc.

 

O colorido das bancas e a animação das ruas, com alguns músicos de ocasião, fazem deste local uma das atracções da cidade.

 

Estive lá em junho de 2012.


Terça-feira, 26 de Junho de 2012

 

Neum é a única cidade costeira da Bósnia Herzegovina. Quando esta República conseguiu a sua independência, em 1992, depois da guerra, definiram-se as fronteiras dos diversos países da ex-Jugoslávia e decidiu-se dar à Bósnia, cerca de 10 km de costa adriática. É neste curto espaço que fica esta cidade.

 

Isto quer dizer que, quem vai de Dubrovnik para Split, depara com uma fronteira a meio da estrada, interrompendo a Croácia. Entramos, então na Bósnia e descemos do autocarro para pisar o solo de outro país (o quadragésimo da nossa contabilidade).

 

Estive lá em junho de 2012.


.sobre
breves apontamentos sobre os locais que já visitei.

visitantes andam por aqui.
.posts recentes

. Çanakalle, Turquia

. Capadócia, Turquia

. Istiklal Caddési, Istambu...

. Bergen, Noruega

. Flam, Noruega

. Parque Vigeland, Oslo, No...

. Sol da Meia-Noite em Trom...

. Hierápolis, Turquia

. Kusadasi, Turquia

. Pamukkale, Turquia

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.mais sobre mim
.arquivos

. Outubro 2014

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.estiveram aqui recentemente
Isso e muito lindo
Ainda ontem jantei uma dourada que quase pesava 1K...
Boa tarde, Estive a ver atentamente este blog e ad...
Estaline queria que o metro fosse um ´´espelho`` d...
Já estive lá, fiquei encantada com as construções!...
.links
blogs SAPO
.subscrever feeds