Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Já lá estive

breves apontamentos sobre os locais que já visitei

17
Ago12

Estátua de Oscar Wilde, Dublin

artur

 

Oscar Wilde (1854-1900) é um dos escritores irlandeses mais famosos, quanto mais não seja pelos seus aforismos, como o famoso «não tenho nada a declarar, a não ser o meu génio».

 

Dublin, que é uma cidade onde as estátuas abundam, não podia ignorar Wilde.

 

Esta estátua fica num dos cantos do jardim da Merrion Square, e é preciso procurar bem para a encontrar, no meio da densa folhagem.

 

A estátua é de granito, jade e outras pedras coloridas e Wilde é apresentado com o seu ar mais provocador e boémio.

 

Estive lá em outubro de 2010.

12
Ago12

...

artur

 

Sibelius (1865-1957) é o mais famosos compositor finlandês, autor de algumas obras icónicas, que contribuíram para a formação da identidade da Finlândia como nação independente.

 

Este monumento, erigido em sua memória, foi inaugurado em 1967. É da autoria de Heila Hiltunen e, na altura, foi um pouco criticado por ser demasiado "abstracto". Para compor a coisa, colocaram o busto do Sibelius ali à direita.

 

Estive lá em junho de 2010.

27
Jun12

Castelo de Ljubljana, Eslovénia

artur

 

Construído no século 16, o castelo de Ljubljana fica situado no alto da colina que domina a cidade.

 

Durante os séculos 17 e 18 foi residência real e, depois, devido às suas espessas e inexpugnáveis paredes, serviu de prisão. Hoje em dia, não passa de atracção turística.

 

Podemos chegar lá acima graças a um funicular que parte junto ao Mercado.

 

Estive lá em junho de 2012.

27
Jun12

Grande Fonte de Onofrio, Dubrovnik, Croácia

artur

 

É um dos monumentos mais marcantes de Dubrovnik.

 

Situada na praça logo a seguir ao Portão Pile, por onde se entra na cidade, a Grande Fonte de Onofrio fornece água fresca aos visitantes, que deitam os bofes pela boca, devido ao calor sufocante que se faz sentir (pelo menos quando lá estive...)

 

A fonte foi construída entre 1438 e 1444 e é obra do arquitecto italiano Onofrio de la Cava. E a água é mesmo potável.

 

Estive lá em junho de 2012.

27
Jun12

Muralhas de Dubrovnik, Croácia

artur

 

As muralhas que cercam Dubrovnik são uma das principais atracções desta cidade do sul da Croácia, situada na província da Dalmácia. Foram construídas no século 10, sofrendo alterações no século 13 e sucessivamente restauradas.

 

A entrada nas muralhas faz-se junto ao Portão Pile. Depois, é caminhar pelos 1940 metros das muralhas, sob um sol abrasador e com quase 40 graus de temperatura. Por vezes, é necessário subir escas íngremes, porque as muralhas chegam a estar a 25 metros do solo.

 

Mas vale a pena: de um lado, o azul do Adriático, a perder de vista e do outro, os telhados laranja da cidade, como mostra a foto.

 

Estive lá em junho 2012.

27
Jun12

Mercado Central, Ljubljana, Eslovérnia

artur

 

O Mercado de Ljubljana é ponto de encontro dos habitantes da capital da Eslovénia e uma montra dos produtos locais.

 

Ao longo do rio Ljubljanica, deste a Ponte Tripla até à Ponte dos Dragões, estendem-se dezenas de bancas com legumes, frutas, mel, artesanato, flores, etc.

 

O colorido das bancas e a animação das ruas, com alguns músicos de ocasião, fazem deste local uma das atracções da cidade.

 

Estive lá em junho de 2012.

26
Jun12

Neum, Bósnia Herzegovina

artur

 

Neum é a única cidade costeira da Bósnia Herzegovina. Quando esta República conseguiu a sua independência, em 1992, depois da guerra, definiram-se as fronteiras dos diversos países da ex-Jugoslávia e decidiu-se dar à Bósnia, cerca de 10 km de costa adriática. É neste curto espaço que fica esta cidade.

 

Isto quer dizer que, quem vai de Dubrovnik para Split, depara com uma fronteira a meio da estrada, interrompendo a Croácia. Entramos, então na Bósnia e descemos do autocarro para pisar o solo de outro país (o quadragésimo da nossa contabilidade).

 

Estive lá em junho de 2012.

26
Jun12

Igreja de São Marcos, Zagreb, Croácia

artur

 

Zagreb, capital da Croácia, compreende a cidade antiga (Cidade Alta ou Gornji Grad) e a cidade moderna (Cidade Baixa ou Donji Grad). Como é habitual, é na parte antiga que ficam situadas as principais atrações, como esta igreja de São Marcos, com as suas telhas coloridas, típicas destas regiões.

 

Destaque ainda para o edifício do governo, cujo telhado ainda mostra as marcas da aviação sérvia, a catedral e o curioso Museu de Arte Naif.

 

Zagreb tem muita influência do império austro-hungaro, no que diz respeito à arquitectura e, às tantas, parece que estamos em Viena, não fosse a degradação de muitos edifícios. No ano que vem, a Croácio entra na UE e começará a escorrer dinheiro para a reconstrução - ou não?

 

Estive lá em junho de 2012.

26
Jun12

Ljubljana, Eslovénia

artur

 

O centro histórico de Ljubljana, capital da Eslovénia, é pequeno e tranquilo, como mostra esta foto da rua onde fica situada a Câmara Municipal. Para o facto contribui o facto de ter pouco mais do que 270 mil habitantes.

 

Não são precisos mais do que 45 minutos para percorrer todas as ruas do centro da cidade, incluindo um pulo ao castelo, que fica no topo da colina que domina a cidade e acessível por funicular.

 

O estreito rio Ljubljanica passa no meio da cidade e várias pontes ligam as margens, com destaque para a ponte tripla, que são três e a ponte dos dragões, o símbolo da cidade.

 

Estive lá em junho de 2012.

26
Jun12

Trogir, Croácia

artur

 

Trogir (que queria dizer ilha das cabras) é uma pequena ilha, entre o continente e outra ilha maior, chamada Ciovo. Fica perto de Split e tem uma marina cheia de iates milionários.

 

Arquitectos venezianos construíram aqui vários edifícios pelo que, às tantas, parece que estamos em Veneza.

 

A Catedral de São Lourenço (na foto), começou a ser construída em 1193, mas a construção arrastou-se séculos, pelo que tem várias influências.

 

Jantei muito bem em Trogir, no restaurante Tragos.

 

Estive lá em junho de 2012.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Também já lá estive

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D