Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Já lá estive

breves apontamentos sobre os locais que já visitei

10
Out09

Catedral de Colónia

artur

 

A construção da Catedral de Colónia começou em 1248 mas, com as diversas interrupções que sofreu, só foi concluída em 1880, quase 600 anos depois.

 

Nesse ano, a Catedral era o edifício mais alto do mundo. As suas duas torres têm 157 metros de altura.

 

Dedicada a S. Pedro e à Virgem, a Catedral, de estilo gótico, é Património da Humanidade. Sofreu vários ataques aéreos durante a II Guerra Mundial, mas aguentou-se, tendo os trabalhos de reconstrução terminado em 1956.

 

Estive lá em maio de 1993.

08
Out09

Catedral de Milão

artur

 

A Catedral de Milão é a quarta maior igreja do mundo e demorou cinco séculos a ficar concluída.

 

A construção do Duomo começou em 1386. Entre 1500 e 1510, a cúpula octogonal foi terminada. Em 1805, Napoleão Bonaparte, recém aclamado rei de Itália, mandou que se terminasse a fachada, cuja construção se arrastava desde cerca de 1600.

 

Vários pormenores foram sendo acrescentados, ao longo dos anos, até que, finalmente, a 6 de Janeiro de 1965, o último portão foi inaugurado, considerando-se que foi neste dia que terminou a construção desta catedral gótica.

 

A Catedral tem 157 metros de comprimento por 92 de largura e uma altura máxima de 45 metros.

 

Estive lá em julho de 1992. 

05
Out09

Ruínas de S. Paulo, Macau

artur

 

A fachada, em granito, da igreja da Madre de Deus, construída em 1565, é tudo o que resta do conjunto arquitectónico que incluía, também, o Colégio de São Paulo. Um incêndio, em 1835, apenas poupou a fachada que se tornou no ex-libris de Macau.

 

Esta fachada é um dos poucos exemplos da arquitectura barroca na China e, por esse motivo, está classificada como Património da Humanidade pela Unesco.

 

Com 23 metros de largura e 25,5 metros de altura, a fachada foi trabalhada por cristãos japoneses exilados e artistas locais, sob a orientação do jesuíta italiano, Carlo Spinola e só foi concluída em 1640.

 

Estive lá em maio de 2005.

20
Set09

Belmonte

artur

 

Belmonte fica situada nas faldas da serra da Estrela e identifica-se ao longe, graças à torre de menagem do seu castelo, a 600 metros de altitude.  

 

Para além do castelo, construído entre os séculos 12 e 14, Belmonte merece destaque por ser a terra natal de Pedro Álvares Cabral, que lá deixou diversas marcas, como o escudo dos Cabrais, presente não só no castelo, mas também na fachada de uma capela anexa, onde estão os restos mortais do navegador e dos seus pais.  

 

Destaque, ainda, em Belmonte, para a igreja de S. Tiago, perto do castelo, para as ruas estreitas e floridas da antiga judiaria (parece que é aqui que reside a mais importante comunidade judaica do país) e para a Pousada do Convento, altamente recomendável, desde a situação, ao conforto, passando pela tranquilidade e pelas iguarias do restaurante.  

 

Estive lá em setembro de 2009.

13
Set09

Sé da Guarda

artur

 

A Sé da Guarda é um imponente edifício, que esmaga a Praça de Camões. Começou a ser construída por ordem de D. João I, em 1390, mas as obras só terminaram no século 16.

 

A imponência da Sé provém das duas torres, que fazem lembrar um castelo, embora, depois, o rendilhado das três portas e a decoração dos pináculos tentem suavizar a coisa.

 

As gárgulas são todas curiosas, com as suas grandes bocas escancaradas, viradas cá para baixo.

 

Mas o chamado Cu da Guarda bate-as a todas!

Émesmo um par de nádegas, com o ânus aberto e virado para Espanha. Encontra-se esta gárgula no canto formado pela absidíola esquerda (a sul), debaixo de um dos pináculos.

 

O autor é anónimo, mas sabendo-se da inimizade entre os reinos de Portugal e de Castela, não admira que o próprio bispo tenha aprovado a ideia - embora a Sé talvez não fosse o local ideal para esta brincadeira...

 

Estive lá, a última vez, em setembro 2009. 

 

16
Ago09

Basílica de São Marcos, Veneza

artur

 

A Basílica de San Marcos é um dos ex-libris de Veneza, ela própria, um verdadeiro ex-libris.


É impossivel dizer, ao certo, o ano de construção deste conjunto arquitectónico. A primitiva igreja terá sido construída no século 9, para encerrar o corpo de São Marcos. A segunda igreja terá sido demolida no século 11 e um terceira terá sido erigida entre 1063 e 1094, seguindo o modelo da Basília dos 12 Apóstolos, em Constantinopla. Mas a Basílica continuou a sofrer modificações nos séculos seguintes, até que, em 1807, passou a ser a Catedral de Veneza.


A complexidade da construção, em forma de cruz grega e encimada por cinco abóbadas enormes, faz com que seja impossível reparar em todos os pormenores com um simples golpe de vista.


Só uma visita demorada e uma contemplação demorada nos pode dar uma ideia de todo o edifício. Na foto, está em destaque a Cúpula da Ascensão.


Estive lá, pela primeira vez, em julho de 1992.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Também já lá estive

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D